domingo, 27 de dezembro de 2009

Quando Menos Esperar


(Makafri/Rogerio Bahiense)



Me deixei levar
Por um sorriso
Inocente e encantador

Vi aquele olhar
Mexer comigo
De repente
Descobri o amor

Mas quando a gente
Perde a ilusão
É triste ver os sonhos
Todos pelo chão

Quem eu amei
Não me deu valor
Julguei pela beleza
Um falso interior

Quando menos esperar
Você vai lembrar de mim
O teu corpo vai gritar:
“Essa saudade não tem fim!”

Você vai me procurar
Toda vez que perceber
Que na hora de amar
Ninguém faz como eu sei fazer.

©m/rb

***

Nenhum comentário:

Postar um comentário